A diferença entre cupom fiscal e nota fiscal, como afirma Alexandre Moura, CEO da Comtex, está baseada principalmente na quantidade de informações que são apresentadas em cada documento. Segundo Alexandre Moura, na nota fiscal, o consumidor que está efetuando a compra é identificado, diferente do cupom fiscal. Dessa forma em processos de troca, a empresa fica resguardada quanto à legalidade do comprovante apresentado pelo cliente. Ou seja, usando a nota fiscal como comprovante de venda a empresa fica segura contra fraudes em possíveis trocas.

Cupons Fiscais

Já o cupom fiscal demanda de um equipamento específico: o ECF (impressora fiscal). Ele é responsável pela transmissão de dados e pela impressão das informações da venda.

É importante ressaltar que os dois documentos possuem a mesma função durante o processo de recolhimento de impostos e tributos.Por isso é necessário a adoção de um dos dois para que seja concretizada uma transação comercial de forma correta e dentro das regras impostas pelo Fisco.

Saber a diferença entre cupom fiscal e nota fiscal é, para o varejista, a oportunidade de garantir a segurança da sua loja durante uma possível troca e assegurar que a emissão de comprovantes fiscais siga o caminho correto.

Para Alexandre Amaral de Moura, o CEO da Comtex, outra maneira de  proteger sua loja é com aplicativos de conciliação de cartões de crédito, como o Conciliador.Alexandra diz por meio deste sistema, as faturas são conferidas automaticamente, e sem chance de erros. Além disso, o app protege os lojistas contra fraudes e maquininhas defeituosas.